• (42) 3025-7251
  • contato@erickluiz.com.br

Arquivos por mês 11 de fevereiro de 2021

clubhouse, o novo facebook

Clubhouse: Tudo sobre nova rede social exclusiva

Uma nova rede social tem se tornado fenômeno nos últimos dias. Você já deve ter visto em suas redes sociais várias pessoas comentando sobre a Clubhouse.

Apesar da Clubhouse ter sido fundada em março de 2020 pelo empresário Paul Davison e pelo ex-engenheiro do Google (GOGL34) Rohan Seth, ela ganhou destaque nos últimos dias alcançando mais de 2 milhões de usuários e uma avaliação de mercado de mais de 1 bilhão de dólares.

Essa avaliação foi obtida graças a última injeção de capital do fundo de investimentos Andressen Hrowitz. O fundo aportou 100 milhões de dólares com o objetivo de estimular o crescimento do app.

Nos Estados Unidos a Clubhouse está sendo considerada um novo Facebook (FBOK34), sua popularização vem ganhando força após a entrada na rede de celebridades como o CEO da Tesla (TSLA34) e SpaceX, Elon Musk, a rainha dos talk shows Oprah Winfrey, o cantor Drake, o comediante Kevin Hart, o ator Ashton Kutcher, o comediante Chris Rock e até mesmo o fundador do Facebook Mark Zuckerberg.

Inclusive no dia 1 de fevereiro, Elon Musk usou o app para entrevistar Vlad Tenev, CEO do app de investimentos Robinhood, que ficou conhecido mundialmente após o caso com a GameStop. A conversa entre os dois CEOs foi compartilhada simultaneamente em outra plataforma de livestream e monitorada por mais de 120 mil pessoas.

A repercussão dessa entrevista foi tamanha, que fez disparar as ações de outra companhia, a Clubhouse Media Group, que não tem nada a ver com a empresa de rede social. As ações dessa empresa homônima se valorização mais de 117% em um dia.

O grande diferencial da Clubhouse, se dá pelo fato da rede social utilizar somente a voz como meio de comunicação, seria quase como uma espécie de podcast ao vivo com interações entre todos os participantes e coordenadas por um moderador que controla a vez de cada um falar.

Clubhouse telas

Dentro da plataforma existem os clubes, que são grupos de usuários unidos pelo mesmo assunto. Já existem grupos de inúmeros temas e assuntos que são categorizados por macro-áreas.

Outra diferença da rede Clubhouse é a sua forma de entrada, para fazer parte da rede social, não basta realizar o download do app, é preciso receber um convite de um amigo já cadastrado.

Esse fato gerou um verdadeiro comércio de convites, no eBay por exemplo, é possível encontrar convites para a Clubhouse sendo vendidos a partir de 50 dólares.

Sobre a venda de convites a Clubhouse não se manifestou até o momento, mas seus representantes deixam claro que pretendem expandir sua base de clientes num futuro próximo, assim que a sua base de clientes e a própria ferramenta estiverem melhor desenvolvidas.

A Clubhouse demonstra uma grande preocupação com questões de moderação do conteúdo. Já existem relatos de discursos de cunho homofóbicos, xenófobos e misóginos, seus representantes informaram que alguns usuários chegaram a ser banidos, mas não revelaram maiores detalhes.

Por enquanto tudo é gratuito e ainda não temos nenhum tipo de publicidade dento do app, mas isso ao longo do tempo deve mudar. Em entrevista ao Squawk Box da CNBC, o CEO Paul Davison disse:

“Há tantas pessoas incríveis que são inteligentes, que são engraçadas e que são realmente ótimas em reunir as pessoas”, disse Davison. “O que queremos é permitir que eles ganhem a vida diretamente no Clubhouse por meio de coisas como assinaturas e eventos com ingressos.”.

É difícil dizer se a Clubhouse será o novo Facebook, seu sucesso se dá em grande parte ao seu modelo diferenciado de comunicação unido pela entrada de personalidades famosas e beneficiado pela necessidade de dialogo gerados pela pandemia.

No entanto, ainda é muito cedo para se afirmar que esse frenesi todo se perpetuará, mas vale a pena sim você conhecer a rede e já criar suas raízes nela desde cedo.

Até o atual momento, app está disponível somente usuários de iOS com download diretamente via a Apple Store, está previsto o lançamento uma versão para Android em meados de junho deste ano na Play Store.

BITCOIN DISPARA E ATINGE NOVO RECORD! Agora é hora de comprar Bitcoin

BITCOIN DISPARA E ATINGE NOVO RECORD! Agora é hora de comprar Bitcoin?

O bitcoin foi destaque no mercado novamente, seu valor atingiu a marca histórica de 45 mil dólares ou quase 250 mil reais.

E um dos responsáveis por essa última guinada da criptomoeda foi ninguém menos que o CEO da Tesla e SpaceX, Elon Musk.

O que está por traz de toda essa alta e será que agora é hora de comprar bitcoin?

Nos últimos dias o bitcoin voltou a virar noticia, quando ultrapassou a sua máxima histórica chegando a valer mais de 45 mil dólares ou quase 250 mil reais.

noticia bitcoin

É engraçado notar, como toda vez que seu valor está nas alturas ele virá noticia, onde é considerado o ativo do futuro, a bola da vez e por outro lado quando ele está em queda, muitos dizem que o bitcoin morreu, que era apenas uma bolha gerada por especulação do mercado.

Inclusive existe um site que monitora todas as vezes que o bitcoin foi dado como morto. A criptomoeda já foi considerada morta 397 vezes até agora e imagino que ainda teremos muitas outras vezes pela frente.

Outro ponto relevante de se falar é como a busca pela palavra bitcoin no google é cíclica, subindo de tempos em tempos quase coincidindo com suas fortes altas.

google trends bitcoin

Mas onde entra Elon Musk nessa história?

elon musk

Elon Musk já havia dito em janeiro desse ano que achava que o bitcoin estava à beira de ser amplamente aceito. Só esse anuncio fez com que o bitcoin subisse cerca de 15% em um dia.

 

Elon Musk Bitcoin

Alguns dias após o anuncio, foi a vez de sua empresa de carros elétricos, a Tesla, anunciar um aporte de 1,5 bilhões de dólares, o que corresponde a cerca de 34.500 bitcoins, para você ter uma ideia isso corresponde a 0,2% de todo o bitcoin em circulação no mundo.

Somente com essa notícia, o bitcoin se valorizou mais 13,6% e pouco tempo depois atingiu o seu topo histórico.

É a primeira vez que uma empresa com porte da Tesla adere a criptomoeda, o que ajuda a reforçar a credibilidade do bitcoin.

A Tesla realizou essa movimentação com justificativa de diversificar o seu caixa, ter maior liquidez e inclusive num futuro próximo aceitar o bitcoin como meio de pagamento. O que seria ótimo para difundir esse tipo de transação com a criptomoeda, lógico que já existem alguns lugares que aceitam bitcoin como forma de pagamento, mas ainda é muito insignificante.

E isso ajudaria o bitcoin a deixar de ser tratado só como um ativo financeiro ou mesmo de especulação para ser utilizado no mundo real na aquisição de bens e mercadorias.

Você deve estar se perguntando: mas por que toda essa euforia agora?

Veja para conter a crise gerada pela pandemia, governos do mundo todo passaram a emitir dividida ou mesmo imprimir dinheiro, para então injetar bilhões ou mesmo trilhões em suas economias, essa enxurrada de capital já apresenta sinais de inflação por todo mundo e o bitcoin passou a ser visto como um ativo de proteção tanto monetário quanto político.

Com essa movimentação da Tesla, ela possivelmente deve estar esperando que o dólar se desvalorize nos próximos meses ou anos e recorreu ao bitcoin como forma de proteção da inflação e reserva de valor.

Mas então vale a pena comprar bitcoin agora?

Eu vejo que existe um medo que afeta a grande maioria dos investidores, principalmente os iniciantes, de “ficar de fora da festa”. Até existe um termo famoso para isso, o FOMO, que significa Fear off missing Out, traduzindo, medo de ficar de fora.

Ou seja, muitas vezes o investidor vê um ativo batendo em suas máximas e aí sim ele acredita que é o momento certo de investir nesse ativo, afinal ele continuará subindo para sempre.

Eis que então o ativo cai, como já aconteceu com o próprio bitcoin várias vezes, o arrependimento bate e o investidor resolve vender e assumir o prejuízo, saindo traumatizado do mercado e muitas vezes para não mais voltar.

Sim existem pessoas que perdem as economias da vida toda motivadas por sentimentos como ganancia e medo.

Se você parar para pensar, a lógica é muito simples e é só fazer o inverso, comprando na baixa e vendendo na alta. Na teoria parece simples mesmo, mas o ser humano não é simples, ele geralmente é movido pela euforia do mercado quase como um comportamento de manada.

Existe uma frase famosa atribuída a Warren Buffet, mas que acredito seja de um financista londrino chamado Nathan Rothschild que diz “compre ao som dos canhões e venda ao som dos violinos”, já Warren buffet fala o seguinte “Não importa se estamos falando de meias ou ações, gosto de comprar boas mercadorias quando estão em liquidação”.

O que podemos tirar disso, quando todos estão falando que um determinado ativo é a bola da vez, o investimento que irá subir como nunca, nesse momento você deve ficar apreensivo e muitas vezes aguardar. E quando todos estão falando que é crise, que determinado ativo morreu, essa pode ser sim a hora de se investir.

Afinal o mercado é cíclico, se você não conseguiu entrar no bitcoin enquanto ele estava barato, ou mesmo você não achava que ele valia a pena quando 1 bitcoin era cerca de 5000 dólares, por que você quer entrar agora que ele custa 45000?

Por outro lado, se esse movimento realizado pela Tesla for feito por outras empresas, o bitcoin continuará subindo sim e muito.

Sabendo dos riscos, se mesmo assim você quer investir nele agora, o que eu faria se fosse você. Se você tem digamos 10 mil reais para investir em bitcoin, dívida esse valor por 5, ou 4 e compre um pouco a cada mês.

Mas lembre-se, só invista em qualquer ativo após ter a sua reserva de emergência formada, lembre-se também de diversificar sempre.

E como o bitcoin tem alta volatilidade, eu recomendo que você tenha um percentual bem baixo de sua carteira nele, algo em torno de 1% inicialmente, ou até menos e aos poucos se você se sentir confortável com isso pode sim aumentar gradualmente a sua posição.

O bitcoin continuará subindo? Será realmente a moeda do futuro? Ou era apenas uma bolha e ela irá explodir? Isso só saberemos no futuro e por ser um ativo ainda muito polêmico, muito volátil e com muitas dúvidas a respeito ainda, recomendo que você vá com calma.

Se você quiser saber mais sobre Elon Musk, segue um post que eu fiz falando sobre como ele se tornou a pessoa mais rica do mundo: ELON MUSK É O HOMEM MAIS RICO DO MUNDO – MAIS DE 1 TRILHÃO DE REAIS

NUBANK ULTRAPASSA O BANCO DO BRASIL (BBAS3) - 4º MAIOR BANCO DA AMÉRICA LATINA

NUBANK ULTRAPASSA O BANCO DO BRASIL (BBAS3) – 4º MAIOR BANCO DA AMÉRICA LATINA

O NuBank ultrapassou o valor de mercado do Banco do Brasil se tornando o 4º maior banco em valor de mercado da América Latina.

Será que ele vai ser o maior banco da América Latina e quem sabe do mundo?

No final de janeiro o NuBank anunciou mais uma rodada de investimentos, captando mais 400 milhões de dólares. Essa é a 7ª rodada (Série G) de investimentos que a fintech realiza.

Com mais essa rodada de investimentos o valor de mercado da companhia chega a 25 bilhões de dólares, ultrapassando o Banco do Brasil para assumir a 4ª posição dos maiores bancos do Brasil e da América Latina.

Agora o NuBank está atrás somente do Banco Itaú, Bradesco e Santander.

O objetivo de mais uma rodada de investimentos é financiar a expansão do NuBank no México e na Colômbia e ampliar a disponibilidade de crédito para os clientes aqui do Brasil.

Desde a última rodada de investimentos, realizada em julho de 2019, a fintech quase triplicou a sua base de clientes, saindo da casa dos 12 milhões para atualmente cerca de 34 milhões de clientes.

Esse número dá ao NuBank o título de maior banco digital independente do mundo.

O NuBank vem se focando em expandir as suas operações na America Latina, pelo fato de seus países terem em comum: a grande burocracia, altas taxas e baixa disponibilidade de crédito.

Para você ter uma ideia, cerca de 50% da população dessa região não possui uma conta bancaria e os grandes bancos controlam cerca de 70% do mercado.

Mas você deve estar se perguntando, se o NuBank não da lucro, como ele conseguiu passar o valor de mercado de um dos maiores bancos do Brasil, com mais de 200 anos de existência, milhares de agências espalhadas pelo Brasil e uma gama gigantesca de produtos e serviços?

Então… o valuation, que nada mais é que uma avalição de quanto a empresa vale no mercado, principalmente no caso de uma startup e fintech, é com base no futuro da empresa. Os investidores avaliam o seu potencial de ganho futuro.

Sendo assim, eles esperam que o NuBank continue se expandindo rapidamente e inclusive como o NuBank não gera lucro, ele precisa realizar essas rodadas de investimento para bancar a sua expansão.

Agora o grande desafio do NuBank vai ser conseguir extrair valor dessa imensa base de clientes. Se compararmos por exemplo a carteira de crédito que é um dos produtos que mais gera receita para o banco, a carteira de crédito do NuBank chegou a 14 bilhões, já a do Banco do Brasil é de 668 bilhões de reais.

lucro nubank

Como eu já disse anteriormente o NuBank não da lucro, a expectativa é que quando ele parar de investir tanto em sua expansão isso passe a acontecer, mas ainda é difícil definir uma data para que isso aconteça.

Então se analisarmos que o NuBank conseguiu adquirir uma base considerável de clientes em muito pouco tempo e um dos fatores para que isso tenha acontecido foi o fato do banco não ter taxas, pode ser difícil oferecer serviços pagos para esses mesmos clientes.

Aos poucos o NuBank vem incluindo serviços pagos, como o programa de pontos e mais recentemente a compra da corretora Easynvest e o seu mais novo seguro de vida.

Inclusive se você ainda não conhece o seguro de vida do NuBank, eu vou deixar aqui o link do post que eu fiz falando tudo a respeito do NuBank Vida: NuBank lança seguro de vida a partir de 9 reais! NuBank Vida vale a pena?

Por outro lado, o NuBank pode se gabar de não ter clientes e sim fãs, existem grandes comunidades de usuários nas mais diversas redes sociais e a cada novo produto lançando pela fintech gera uma grande comoção nessas comunidades.

Isso logicamente é mérito da ótima interface de usuário do aplicativo do banco e do ótimo atendimento apresado por ele.

Nas mais diversas pesquisas realizadas no mercado, o NuBank se destaca por sempre apresentar ótimos resultados, seja pelo baixo número de reclamações que o banco recebe ou pelo índice de satisfação de seus clientes.

índice de satisfação de clientes de cada instituição financeira

E essa base de clientes deve continuar crescendo rapidamente, isso sem dúvida é um trunfo para qualquer empresa.

Agora o ponto que muitos investidores querem saber, quando o NuBank fará seu IPO?

Caso você não saiba o que é IPO, é o momento que a empresa abre seu capital na bolsa de valores.

Existe uma grande expectativa pelo IPO do NuBank, alguns analistas acreditam que ele possa acontecer ainda esse ano, inclusive que essa rodada de investimentos foi mais um passo rumo ao seu IPO.

Agora o que já é dado como certo, é que o IPO do NuBank deve seguir o mesmo rumo que foi o da corretora XP Investimentos e acontecer na bolsa americana Nasdaq. Então para você poder participar, possivelmente será necessário abrir conta em uma corretora lá fora para isso.

Mas lembrando, tudo isso não passa de especulação e um detalhe importante que eu não posso deixar de falar, o NuBank passou sim o valor de mercado do Banco do Brasil, mas por outro lado, como o Banco do Brasil e os outros grandes bancos tem suas ações cotadas em bolsa, quem manda no preço de suas ações é o mercado.

Tendo isso em vista, temos que lembrar que os bancos ainda não se recuperaram do tombo que tiveram no auge da crise gerada pela pandemia. O próprio Banco do Brasil (BBAS3) está mais de 30% abaixo do seu valor no início do ano de 2020.

desempenho banco do brasil bbas3 no ano de 2020

Por outro lado, se analisarmos a cotação das ações do banco Inter (BIDI11), elas obtiveram uma valorização nesse mesmo período de mais de 200%. O que pode demonstrar uma mudança do mercado, mas isso só o tempo irá nos dizer.

Agora o NuBank, pode se tornar o maior banco do Brasil?

Para isso, ele precisaria mais que dobrar o seu valor de mercado para passar o Banco Itaú, o que é bem difícil de acontecer em um curto prazo, mas com o grande fluxo de capital no mercado e uma grande expectativa pelo seu IPO, isso não é impossível de acontecer.

Já em número de clientes é bem provável que ele possa sim ultrapassar o “bancões”, mas ainda continuamos com o problema em relação ao seu lucro.

Nubank recebe autorização do BC para vender ações

Nubank compra Easynvest! E agora?