• (42) 3025-7251
  • contato@erickluiz.com.br

Arquivo da tag politica

JOE BIDEN PRESIDENTE! E AGORA? O que muda para o Brasil? (Eleições Americanas 2020)

E acabaram as tão aguardadas eleições americanas de 2020 e o grande vencedor foi Joe Biden!

Mas o que isso significa para o mercado financeiro global e mais especificamente para o Brasil?

 

Sobre a bolsa de valores caso você queira saber mais a respeito, confere no link abaixo o post que eu fiz explicando tudo sobre ela: Bolsa de valores: O que é e como funciona

Como os Estados unidos é a maior potência econômica do mundo, as eleições por lá tem o poder de interferir no mundo todo, inclusive aqui no Brasil.

Por sinal, eu acho que foram as eleições mais comentadas da história lá fora e aqui Brasil.

Depois de quase um mês em andamento, chegou ao fim no dia 3 de novembro o processo eleitoral americano. Processo esse que foi marcado por brigas e acusações entre os candidatos.

Estavam concorrendo ao cargo de presidente da maior economia do mundo o então presidente republicano Donald Trump e o ex-vice-presidente da era Obama, o democrata Joe Biden.

Após uma campanha tumultuada em meio a uma pandemia, com antecipação de votos e votos pelos correios.

*** Imagina se isso acontece aqui no Brasil, enviar voto pelos correios….***

A votação chegou ao fim no dia 3 de novembro e aí começou o processo de contagem de votos que se estendeu e se estenderá ainda por alguns dias, pelo fato da demora da entrega dos votos pelo correio, mas com a contagem atual já temos um vencedor.

Inclusive a Web ficou repleta de memes com a demora na contagem dos votos…

O democrata Joe Biden é o 46º presidente dos Estados Unidos, assumindo com recorde de votos e superando a marca que até então era de Obama. O que demonstra que mesmo em meio a pandemia, o americano saiu de casa e foi votar, lembrando que lá o voto não é obrigatório.

Joe Biden pega o país dividido e em meio a uma crise financeira e sanitária gerada pela pandemia e com vários desafios pela frente.

Donald Trump por sua vez contesta na justiça a votação e esse processo pode se estender pelos próximos dias ou mesmo semanas, mas não devem alterar os resultados das urnas.

Mas afinal com Biden no poder o que muda para a economia global?

Ao meu ver como o senado se manteve republicano, isso deve equilibrar os poderes por lá e não trazer grandes mudanças inicialmente, os discursos e incertezas geradas pela judicialização do processo podem trazer certa volatilidade no mercado inicialmente.

Agora quando Joe Biden assumir, o que pode causar um impacto forte nos mercados financeiros no mundo todo inicialmente, será se até lá não tivermos uma vacina, o número de mortes e infectados estiver alto e ele resolva optar por um lookdown.

Isso causaria enormes quedas nas bolsas do mundo todo, mas ainda não temos como saber se isso realmente vai ocorrer.

Referente a política externa, Biden possui um tom mais conciliador, devendo retomar os laços com a união europeia e apaziguar a guerra comercial com a China. Isso será benéfico para os mercados globais como um todo.

Já na economia, Biden deixou claro em sua campanha que deve aumentar impostos sob empresas e grandes fortunas, com um senado republicano isso seria mais difícil de passar inicialmente, mas caso passe as bolsas por lá sofreriam quedas.

Joe Biden também pretende aumentar a política social americana e até mesmo resgatar e expandir o programa de saúde pública conhecido como Obamacare.

Além disso ele quer aumentar os gastos públicos como forma de estimular a economia na retomada.

Essas medidas não favorecem o mercado por lá, se por um lado para a bolsa americana pode não ser tão bom, isso pode trazer um fluxo de investimentos nas bolsas dos países emergentes, que poderia ou não incluir o Brasil, tudo vai depender de como vamos encara o problema fiscal e as reformas por aqui.

Falando em bolsa, a bolsa de valores daqui pode se beneficiar com esse fluxo para os emergentes, lembrando que o investidor estrangeiro tem saído da bolsa daqui, isso poderia se reverter, já por lá as empresas tech como Amazon, Google, Facebook, Netflix, entre outras podem sofrer em um primeiro momento.

Esse fluxo de dinheiro para os emergentes também deve fazer com que o dólar fique mais baixo. Com o dólar mais baixo, as empresas exportadoras do Brasil, podem sofrer um pouco, mas dificilmente no curto prazo o dólar volte para os patamares pré-pandemia.

Outra medida que o Joe Biden deve tomar para a retomada da economia americana é investimento em infraestrutura, isso pode fazer o minério de ferro se valorizar e junto dele as siderúrgicas.

Biden também deve retirar os subsídios para a produção de combustíveis fosseis, pode fazer com que o petróleo suba no longo prazo.

Então economicamente falando, a vitória de Biden pode não ser ruim para o Brasil, se logico o Brasil fizer o dever de casa e cuidar do rombo fiscal.

Agora falando diretamente das relações entre o Brasil e os Estados Unidos, Biden tem um forte lado ambientalista e já mencionou que quer criar um fundo para proteger a Amazônia, Bolsonaro não gostou, mas nunca chegou a existir um atrito entre os dois.

Logicamente que como Bolsonaro tinha relações mais estreitas com o Donald Trump isso se refletia na relação entre os dois países sob formas de acordos bilaterais e no apoio dos Estados Unidos na entrada do Brasil na OCDE. Veja Joe Biden nunca falou que era contra, mas também nunca se disse a favor então nesse quesito não sabemos o que pode acontecer.

Agora voltando ao lado ambiental de Joe Biden, devido aos nossos problemas com a Amazônia e o Pantanal, isso pode sim gerar atrito e até sansões por parte dos Estados Unidos. Então o Brasil precisará demonstrar esforço e trabalho para controlar as queimadas e o desmatamento.

Teremos que aguardar até o próximo ano para ver como esse cenário irá se desenhar, mas de todo modo o Brasil pode ou não se beneficiar, tudo vai depender de como vamos encarar os nossos problemas internos.